“Butterfly Lovers”

Photobucket
Baseada em uma das lendas mais antigas da China, “Butterfly Lovers” é uma história de amor e tragédia.

Esta última e espetacular versão sai das mãos do diretor Jingle Ma Choh Sing, e está formada por um elenco um tanto especial, já que ambas são estrelas do pop nos seus respectivos países: Wu Chun, membro do famoso grupo taiwanês “Fahrenheit” e Charlene Choi da dupla feminina hongkonesa “Twins“.


Photobucket

De acordo com as palavras do diretor: “Vi vários trabalhos anteriores (deles) e ambos me demonstraram que tinham muitas coisas que contar ainda”.

Sem deixar de lado suas carreiras como cantores, ambos já atuaram antes, inclusive ultrapassando sua fama como cantores.

– Wu Chun é conhecido pelo seu papel protagonista em “Hana Kimi – versão taiwan”, “Romantic Princess”, “Tokyo Juliet” e seu trabalho mais recente “Hot Shot”; e apesar de ser drama de ar romântico-cômico, demonstrou ter um bom registro dramático.

Photobucket

– Charlene Choi também começou com comédias românticas adolescentes como “My Wife is 18″, mas mais pra frente pôde participar em filmes mais adultos e dramáticos, como “All About Love”, junto com o famosíssimo ator/diretor Andy Lau.

Conta a lenda que uma jovem de nome Zhu Yingtai se disfarça de homem, viajando à Hangzhou para estudar. Durante a viagem se encontra com Liang Shanbo, que vai à mesma escola, e por isso continuam o caminho juntos e se tornam companheiros.

Estudam juntos por três anos, durante os quais sua relação fica mais íntima. Quando se separam, Zhu se oferece para arrumar um casamento com sua fictícia irmã Liang, de 16 anos.

Quando Liang viaja à casa de Zhu, descobre que em realidade é uma mulher. Apesar de ser devotos e apaixonados um pelo outro, nada parece dar certo, já que Zhu está prometida com Ma Wencai, motrimônio arranjado pelos seus pais. Acreditanto que Zhu está morta, Liang morre desesperado e louco de amor, na mãos do magistrado do condado.

No dia em que Zhu vai se casar com Ma, um redemoinho de vento impede que o cortejo nupcial escolte Zhu além da tumba de Liang. Depois de conhecer que a tumba pertencia a Liang, Zhu baixou à terra e chorou. A tumba de Liang se abre e Zhu entra para reunir-se con él. Um casal de borboletas surge da tumba e se afasta voando.

Esta lenda vem de muito antes 800 a.C., data da qual se tem a primeira constância escrita.

De uma forma um pouco mais recente, cabe destacar que é a história com mais representações de todo tipo desde que nos anos 50 foi adaptada para a Ópera Chinesa, passando por uma recriação musical ou concerto para violino de “Os Amantes Borboleta”, obras de teatro representadas em todo o mundo, um filme de animação e finalmente um drama em 2007.

Este filme não só dispõe de um elenco de luxo, como também conta com uma Ost excelente e promete espetaculares lutas no mais puro estilo de “O Clã das Adagas Voadoras”.

O filmes estreou dia 9 de outubro em Hong Kong e dia 16 de outubro em Taiwan. Sua estréia internacional e em países vizinhos como Coréia do Sul, Japão e Tailândia está previsao para o este mês.

Fonte:blog.asia-team

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: